Conheça as 11 principais opções de crédito para construir e reformar

credito para construir e reformar

Credito para construir e reformar  – As linhas de crédito para construção e reforma de casas são poucas no Brasil, mas ainda existem algumas boas opções. Mas. Seja por falta de pesquisa ou conveniência, as pessoas acabam usando modalidades mais simples, mas caras. Entre eles estão cartão de crédito, cheque especial e empréstimo pessoal.

Apesar desse cenário, ainda existem opções eficientes que arquitetos e designers de interiores podem apresentar aos clientes. Já explicamos:

Agora vamos explicar cada tipo de empréstimo para construção e reforma para que você possa ajudar seus clientes a tomar decisões mais saudáveis ​​e não impactar no orçamento final do projeto.

1- Creditas Reforma

credito-para-construcao-e-reforma-creditas

credito para construcao e reforma: creditas

Esta é uma opção completa, pois abrange materiais de construção, mão de obra, artigos de decoração, móveis, eletrodomésticos, bem como qualquer outro custo relacionado à reforma. Além disso, a taxa de juros é baixa. Ao realizar um empréstimo com o imóvel ou carro como garantia, a Creditas pode receber juros a partir de 1,15% ao mês, além de 20 anos de prazo de pagamento. A tarifa mais baixa do mercado será acionada.

Você pode se tornar um parceiro Creditas e oferecer o produto aos seus potenciais clientes. Em caso de sucesso nas propostas, você ainda ganhará uma comissão sobre o valor solicitado pelo cliente.

2- Crédito imobiliário construção Bradesco

credito-para-construcao-e-reforma-bradesco

credito para construção e reforma: bradesco

O produto Bradescos é destinado à construção imobiliária. O banco oferece parcelas de 25 anos com taxas de juros inferiores a 1% ao mês. Essa linha permite que o cliente financie até 70% do valor da obra, já que um dos requisitos para se candidatar é que a obra esteja 30% concluída.

As parcelas mínimas são de R$ 200,00 e o uso do FGTS é permitido sob certas condições bancárias.

O processo de contratação envolve algum esforço burocrático, como por exemplo, pagamento de taxa de estudo de viabilidade, pagamento da primeira parcela do seguro residencial e taxa de registro do contrato em cartório.

Para financiamentos acima de R$ 950.000 e até R$ 5 milhões, a utilização de o FGTS não é permitido.

3- Construcard

credito-para-construcao-e-reforma-construcard

credito para construção e reforma: construcard

  • O cartão Construcard é uma das formas mais populares de financiamento de reformas. É uma linha de crédito para compra de materiais de construção em lojas credenciadas pela Caixa Econômica. Por outro lado, não é possível pagar os custos do serviço.Com o cartão, o cliente tem o dinheiro disponível para utilização nas instalações. Este crédito é garantido pela prestação de uma garantia para a operação, um carro, um depósito/investimento ou uma propriedade liberada. É possível pagar em até 240 meses, com taxas de juros a partir de 2,5%.

    Os requisitos para solicitar o cartão são:

     

  • Ser titular de conta corrente individual na Caixa
  • Acima Maior de 18 anos ou emancipado
  • Passando nas avaliações de risco de crédito e cadastro Caixas
  • O processo de recrutamento ocorre em 3 etapas:
  • Envio de documentos: você deve levá-los a uma agência Caixa
  • Assinatura do contrato: após aprovação e assinatura do contrato, você também pode receber o cartão em casa, se desejar
  • Desbloqueio: no dia seguinte à assinatura a, o cartão é desbloqueado e a pessoa pode usar na rede de lojas credenciadas durante seis meses

4- Crédito para material de construção no  Banco do Brasil

credito-para-construcao-e-reforma-banco-do-brasil

credito para construção e reforma: banco do brasil

Semelhante ao Construcard, o produto Banco do Brasil é uma opção disponível para correntistas. No domínio da renovação, o crédito aplica-se apenas à compra de materiais de construção.

O cliente pode fazer uma simulação no site e receber no máximo R$ 50.000 e até 4 anos e meio anos para pagar o empréstimo. As taxas de juros estão em torno de 3,7% ao mês.

5- Crédito para construção e reforma na Caixa Econômica

credito-para-construcao-e-reforma-caixa-economica-federeal

credito para construção e reforma: caixa econômica federeal

A Caixa também oferece empréstimos para construção e reforma para empresas privadas. É possível financiar até 80% do valor da obra a partir de R$ 15.000. Com essa modalidade é possível quitar a dívida em até 15 anos. Para tanto, o banco utiliza a alienação fiduciária do imóvel como garantia do financiamento.

6- Sicredi

credito para construcao e reforma

credito para construcao e reforma: sicredi

O Sicredi é apenas para seus associados (é uma cooperativa de crédito) que desejam adquirir materiais de construção ou precisam pagar mão de obra para reforma ou construção de um imóvel.

O pagamento pode ser feito em até 60 meses o Valor disponibilizado está sujeito às políticas da instituição que verifica a solvência do tomador.

A forma de pagamento pode ser parcelada ou à vista, e os recursos são debitados da conta corrente do tomador por meio do financiamento.

7- Cartão de Crédito

Ótimo para pagamento parcelado na loja, não tão bom quanto uma linha de crédito. A dívida do cartão de crédito é uma das maiores culpadas dos brasileiros, responsável pelos gastos de cerca de 44% das famílias brasileiras, segundo a Pesquisa Nacional de Dívida e Inadimplência do Consumidor (PEIC) de julho de 2017.

Embora ofereça diversos benefícios como clube de benefícios, prazo de pagamento de 40 dias, nada disso é útil em caso de atraso no pagamento da fatura. Nesse caso, o cliente entra na modalidade de rodízio com as maiores taxas do mercado, em média em torno de 14% ao mês.

Veja também: Como fazer o controle financeiro do seu escritório de arquitetura e da sua vida pessoal

8- Cartão de loja de construção: Celebre Leroy Merlin, CredCompras C&C e Cartão Telhanorte

Como eu disse, os cartões de crédito têm altas taxas de juros. No entanto, existem modelos com taxas de juros mais baixas para compras em lojas vinculadas. No entanto, pode não ser uma boa saída, pois o cliente adquirirá outro cartão de crédito e corre o risco de perder o controle financeiro. Embora seja recomendado para uso nas redes, nada impede o consumidor de usá-lo em outras lojas.

O Cartão Celebre! A rede Leroy Merlin oferece prazo de pagamento de 24 meses com juros de 1,99%. por mês. O Cartão Telanorte, que também oferece prazo de pagamento de 24 meses com taxa de juros de 2,99%, oferece diversos descontos nas lojas. Por fim, o CredCompras, meio de pagamento da C&C – Casa e Construção destinado exclusivamente a pessoas jurídicas. Uma vez que não se encontra no site qualquer informação tarifária, os interessados ​​devem consultar diretamente nas lojas.

9- Empréstimo Consignado

Esta linha de crédito destina-se a servidores públicos, empregados do setor privado e beneficiários do INSS. Isso porque a parcela é descontada diretamente no contracheque e essa renda é garantida para esse funcionário público.

O empréstimo contracheque tem juros interessantes para os funcionários públicos em especial, em torno de 1,9% ao mês em média . Os trabalhadores que trabalham em empresas privadas com carteira assinada recebem alíquotas médias de 3,0% ao mês. Essa alternativa é vantajosa se o benefício se enquadrar no planejamento financeiro da família. Você deve verificar com seu banco se é possível criar uma conta vinculada ao seu salário atual.

10- Empréstimo Pessoal

A modalidade de empréstimo pessoal tem taxas mais altas que as demais citadas, em torno de 7% ao mês. No entanto, pode ser uma opção para reforma ou construção.

Sua utilidade como fonte de recursos pode ser benéfica para determinados públicos. Por exemplo, pessoas que não podem usar um carro ou casa como garantia e, portanto, recebem taxas de juros mais baixas. Eles também não se enquadram em uma categoria que pode solicitar um empréstimo salarial. Porém, como as taxas são bastante altas, é importante estimar o custo final dessa operação e comparar valores em diferentes instituições.

Veja também: 11 dicas de como estruturar as finanças do seu escritório de arquitetura

11- Cheque Especial

credito-para-construcao-e-reforma-cheque-especial

credito para construcao e reforma: cheque especial

Os descobertos bancários só devem ser usados ​​para emergências. Com taxas médias de pouco menos de 13% ao mês, pode prejudicar seriamente o orçamento familiar se usado incorretamente.

Por corresponder aproximadamente ao valor disponível na conta corrente, muitos consideram o cheque especial um complemento à renda. A dívida dessa modalidade pode quadruplicar no período de um ano. Portanto, use apenas em circunstâncias imprevistas que possam ser cobertas rapidamente.

Comparação das diferentes modalidades

Por existirem poucas linhas de crédito específicas para construção e reforma, muitas pessoas optam por combinar duas ou mais das linhas mencionadas para atingir o objetivo desejado. Na hora de escolher, o cliente deve levar em consideração preços, condições e custo total (CET) da operação, procurando escolher a modalidade mais completa. Assim, evita trabalhar com mais de uma instituição e centraliza os processos.

É importante planejar o trabalho para saber tudo o que é necessário e poder avaliar quais são as melhores condições de pagamento. As horas trabalhadas, por exemplo, nem sempre podem ser pagas com cartão de crédito, e por isso pode valer a pena pedir um empréstimo, conseguir um valor maior e ter todo o dinheiro em mãos para se organizar e conseguir um desconto. , fazendo compras à vista.

VEJA TAMBÉM:

Empréstimo com Garantia de Imóvel Sicoob

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.