Construcard da Caixa viabiliza crédito para reformar o imóvel

construcard

Ao planejar uma reforma de um imóvel, é necessário buscar formas de financiar o projeto. A Construcard é uma das alternativas para quem não tem dinheiro e busca uma forma de rentabilizar a obra.

O Cartão Caixa Econômica Federal é uma forma de financiamento bastante conhecida no mercado de construção e reforma. Este produto permite financiar a compra dos materiais de construção necessários à execução da obra.

Como funciona o cartão Construcard?

É uma modalidade de financiamento onde a Caixa divide o processo em duas fases, exploração e amortização.

A primeira fase corresponde à compra de materiais de construção e outros Artigos que veremos a seguir. O Construcard é utilizado nos negócios como um cartão de crédito. O dinheiro é disponibilizado e esse dinheiro é utilizado na fase de compra, que dura de dois a seis meses. Durante esse período, o cliente ainda não começa a pagar o valor pendente. Ou seja, ele só paga os juros sobre os valores utilizados.

A próxima fase é a liquidação da dívida. As parcelas do financiamento só são pagas após o término do período de compra. Mensalmente, a cobrança é debitada diretamente da conta corrente do cliente. O sistema utilizado é a tabela de preços, o que significa que o valor das parcelas permanece o mesmo até a quitação do financiamento.

Também é necessário fornecer alguma garantia para a operação. O banco assume a alienação fiduciária de veículos automotores, proteção de depósitos, aplicações financeiras ou alienação fiduciária de imóveis. Assim como os empréstimos com garantia, os ativos vendidos melhoram as condições de pagamento. Isso permite que a Caixa ofereça prazos de até 240 meses com taxas de juros a partir de 2,5% ao mês.

Quem pode alugar?

O Construcard pode ser feito por pessoas físicas, correntistas da Caixa Econômica Federal e maiores de 18 anos ou emancipados. Além disso, é necessário que a pessoa seja aprovada nas verificações de crédito.

O que pode ser comprado com o cartão?

O financiamento Construcard foi projetado para estender o crédito de quem precisa comprar prédio materiais. Como telhas, tijolos, pisos, janelas, além de toda a parte de pintura. No entanto, o programa foi ampliado. Também é possível adquirir caixa d’água, piscina, móveis sob medida, painéis solares e iluminação para o imóvel.

Finalidade de uso

O cartão Construcard pode ser utilizado em mais de 85 mil lojas credenciadas pela Caixa. Todas as entidades conveniadas que aceitam o benefício estão listadas no site e a consulta pode ser feita clicando aqui.

Como fazer

Assim que o cliente cumprir os requisitos básicos, deve dirigir-se a uma agência da Caixa com os documentos necessários. São necessários CPF, RG, comprovante de residência e comprovante de renda. Se você precisar de um fiador, também é importante fornecer os documentos pessoais. A documentação será utilizada para o banco realizar a avaliação cadastral e análise de crédito.

Se a análise de crédito for aprovada, serão solicitados documentos específicos relacionados às garantias da operação. No caso de garantia de imóvel, é necessário apresentar, entre outras coisas, certidão de IPTU, certidão de débito do imóvel. Se confirmar o consentimento, já é possível assinar o contrato e receber o cartão Construcard de imediato.

Depois, no dia seguinte à assinatura do contrato, basta desbloquear o cartão e começar.

Leia mais:  Avaliação de imóveis: o que é, importância, quem pode fazer e 5 dicas

Simulador da Caixa

A Caixa possui um simulador para informar sobre as condições de pagamento. O cliente consulta o site e no final descobre qual o produto Caixa que mais lhe convém.

Quanto mais próxima a relação com o banco, melhores e mais favoráveis ​​são as condições de pagamento. Após a simulação, basta ir a qualquer loja da Caixa e continuar o processo.

A simulação é muito importante para o cliente avaliar todas as possibilidades e comparar preços e valores. É possível simular vários valores para saber qual o melhor produto disponível para a respetiva situação.

Confira como fazer a simulação:

1 – Escolha entre as opções no site:

  • Pessoa física ou jurídica
  • Que tipo de financiamento deseja?
  • Em qual das categorias listadas o imóvel se enquadra?
  • O que é o valor da obra e o valor aproximado do imóvel?
  • Em qual cidade fica o imóvel?

2 – Preencha seus dados pessoais:

  • CPF
  • Número de telefone celular
  • Renda Bruta mensal Família
  • Compradores Data de Nascimento

Leia mais:  Você sabe pra que serve um seguro residencial no Brasil?

3 – Escolha a forma de financiamento mais adequada:

A próxima tela mostrando todas as formas de financiamento disponíveis para o perfil do cliente deverá aparecer . O sistema exibirá informações de pagamento, parcelas e taxas de juros para você escolher.

Existe a possibilidade de um produto da Caixa não estar disponível para o consumidor. Nesse caso, a tela informará que não foram encontrados produtos para o perfil especificado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.